TRANSLATE

Busque arquivos antigos

3 de fevereiro de 2007

Aula preparada



Que intimidades a atrevidinha se permite! Pergunto mesmo: Haverá no planeta alguém mais sem cerimônia? Pois ela invade nossos mais guardados territórios com a afoiteza, a temeridade de um camicase. Trafega por eles como se estivesse na sua própria casa _ e, na verdade, somos uma de suas casas. Crava-nos sua agulha se sucção como se fôssemos flor de alguma abelhinha vampira. Seu maior mal não é a fisgada que dá, pois o que nos rouba é pouco; seu maior mal é ser promíscua, excessivamente inconstante e passeadeira, amiga de ratos, gatos, madames, senadores, cães, esgotos, palácios, teatros ordinários. A pulga é uma excursionista sem programa: agora está na braguilha de um hortelão que leva à cidade o produto de sua horta, logo mais já está a caminho de São Paulo no cós da calça de um comerciante, amanhã vai para Roma na dobra de uma batina. E que atleta respeitável, ela que, tendo perdido as asas na poeira dos tempos, pula cem vezez o próprio tamanho e desloca um volume cem vezes maior que o próprio peso. E que atleta moderada na mesa: uma refeição de sangue lhe basta para dois dias e andaram descobrindo que pode jejuar até por dezoito meses, façanha de já se invejar no cotidiano, quanto mais nos tempos de apertura. Não chega a ser, como se vê, um monstro _ o mais que ela faz é ser inquieta e intrometida. John Donne não a defendeu mal diante da amada: "Que crime cometeu a pulga incauta salvo a mínima gota que lhe falta?" Não sei se o poeta pensava, mas eu penso: há tanta gente chupando nosso sangue, merecendo nossa unha...
Autor desconhecido

SUGESTÕES DE ATIVIDADES:

1- SUBSTITUA AS PALAVRAS NEGRITADAS POR UM SINÔNIMO:
A pulga invade nossos territórios com a afoiteza, a temeridade de um camicase.
Seu mal não é a fisgada que dá, mas é ser promíscua e inconstante.
É uma excursionista. Às vezes está na braguilha de um hortelão.
É moderada. Faz a façanha de jejuar até dezoito meses.
Que crime cometeu a pulga incauta?

2- ESCREVA NO PLURAL:
A pulga atrevida viajou para Roma.
Um hortelão leva à cidade o produto de sua horta.
Trafega por nossos territórios como se estivesse em sua própria casa.
É uma excursionista.
Crava-me sua agulha de sucção como se eu fosse uma flor.

3- COPIE DO TEXTO:
As palavras com acento agudo e as palavras com acento circunflexo.

4- EXERCITANDO O TEXTO:
Quais os adjetivos atribuídos à pulga?

POR QUE A PULGA É:
- Sem cerimônia?
- Uma excursionista
- Uma atleta moderada?
- Uma atleta?

Relacione os amigos da pulga.

Explique o que disse o poeta:
"Que crime cometeu a pulga incauta
Salvo a mínima gota que te falta?"

Qual a intenção do autor quando afirma:
"Há tanta gente chupando nosso sangue, merecendo nossa unha..."?

O Texto condena ou inocenta a pulga?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A humanidade é um oceano. Se algumas gotas estão sujas, isso não significa que ele todo ficará sujo. (Mahatma Gandhi)